Dinheiro para desenvolver projetos e empresas nos EUA

Carlo Barbieri
Posted on dezembro 17, 2018, 10:13 am
5 mins

Dinheiro para desenvolver projetos e empresas nos EUA

Os Estados Unidos, é sem dúvida, o país do mundo que mais tem seu desenvolvimento empresarial feito de forma alavancada.

O nível de endividamento das empresas, aqui supera os demais países, particularmente se compararmos com o Brasil

Os principais fatores são o custo do dinheiro, a facilidade do crédito, o espirito empreendedor americano, a estrutura jurídica, o apoio ao início dos trabalhos da empresa e o compromisso com o sucesso.

O custo do dinheiro é relativamente baixo porque o país adota o principio do crédito positivo e paga menos que tem bom histórico ou mais garantias.

Credito para pessoas físicas:

Lembremos que todo mundo tem acesso ao crédito, agora o custo varia em função do histórico e das garantias.

Vejamos o financiamento de carros. Os juros podem varias de 1,5% a 27% ao ano. Tudo depende dos fatores mencionados.

E porquê? Pela estrutura jurídica do país que permite ao credor ter a recuperação do bem ou garantia de forma rápida, valendo a pena para o emprestador tomar um risco maior.

Credito para empresas:

Nos empréstimos para a criação ou desenvolvimento empresarial, há uma fartura enorme de oportunidades.

Para as empresas que vem de fora e que não tem histórico nos EUA, o mais usual e que tem sido muito utilizado é a transferência de crédito feito por carta “stand by”. Há anos temos utilizado este mecanismo, para empresas brasileiras, que barateia o custo da operação e não tira o giro da empresa no Brasil. A vantagem adicional é que, se estruturada adequadamente, só tem custo pelo valor efetivamente utilizado.

No mercado local, depende muito do objetivo do empréstimo, do tempo de existência da empresa, das garantias da empresa ou de seu proprietário.

O SBA tem dado garantia federal de até 85% dos empréstimos para empresas dependendo do projeto de aplicação, o que baixa o custo do empréstimo e não onera o credito do proprietário ou da empresa em si.

EB-5:

A legislação do EB-5, que autoriza um investidos estrangeiro a obter o green card , se investir (até o momento) $500,000 e gerar 10 empregos, tem sido muito usado para capitalizar empresas, particularmente se demanda capital de longo prazo.

Muitas vezes, com o EB-5 direto, além de fazer o investimento em seu próprio negócio, ainda ganha de “bride” a residência nos USA.

Sucesso X Perdedores

O que move este país, entre outros fatores importantes é a determinação de vencer dos americanos em geral e busca do sucesso.

Um xingamento forte e ofensivo é chamar alguém de perdedor (loser) ou seja, o desafio é sempre seguir tentando até atingir o algo.

O vencedor é um herói aos olhos dos outros. O rico é festejado.

Quem fracassa uma vez, é estimulado a tentar de novo, não apagando o passado, mas pagando pelo passado e seguindo adiante.

Neste país, dinheiro só não tem para o inepto, mal assessorado ou pilantra.

Carlo Barbieri
Empresário e Consultor

CEO do Grupo Oxford Carlo Barbieri é formado em Economia e em Direito e fez mais de 60 cursos de especialização no Brasil e no exterior.

Leave a Reply

  • (not be published)